BEM VINDO




11 de set de 2010

SUGESTÕES DE ATIVIDADE QUE AJUDAM NA MATEMATICA.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES

 
1. JOGO DOS PEIXINHOS
 
Material: um dado com números de 1 a 3, um dado com desenhos de peixinhos (três com a boca aberta e três com a boca fechada), aquário (pratos de plástico ou desenhos de aquários).
 
Como jogar: Cada grupo de 4 ou 5 alunos recebe peixinhos variados que ficarão espalhados sobre a mesa. Cada aluno do grupo joga os dois dados, retira os peixes da mesa de acordo com a quantidade e característica sorteadas. Coloca os peixes no aquário que ficará no centro da mesa do grupo. Os alunos registram no caderno, desenhando os peixes de cada jogada. Podem representar as operações realizadas e os resultados. No final da rodada, cada grupo apresenta o seu aquário com os peixes pescados (fixados com fita adesiva). Os aquários ficam expostos no quadro e a professora realiza questionamentos que podem ser respondidos individualmente ou pela turma. Exemplos de questões:
 
a) Quantos peixes cada grupo pescou? Que grupo pescou mais? Que grupo pescou menos?
 
b) Quantos peixes com a boca aberta o primeiro grupo pescou?
 
c) No total, tem mais peixes com a boca aberta ou fechada?
 
d) No total, qual a diferença entre o número de peixes com listras e sem listras?
 
e) Observando todos os aquários, qual é a cor de peixe que aparece em maior quantidade?
 
f) No segundo grupo, têm mais peixes com a boca fechada ou têm mais peixes?
 
g) Qual grupo pescou mais peixes médios?
 
h) Quantos peixes grandes o terceiro grupo pescou? De que cores eles são?
 
Observação: Se os peixinhos forem agrupados de acordo com a lei de formação dos blocos lógicos (4x3x2x2), ou seja, quatro cores, três tamanhos, com boca aberta e com boca fechada, com listras e sem listras, podem ser utilizados em atividades de classificação como as descritas abaixo:


 
JOGO DO SIM OU NÃO
 
O professor esconde um peixinho e os alunos terão que descobri-lo a partir de perguntas como: “É grande? É amarelo? Tem a boca aberta?”. O professor só poderá responder sim ou não.
 
Pode ser feita uma competição em que vence a equipe que descobrir a peça com o menor número de perguntas. Cada aluno poderá ter cartelas com representações dos atributos dos peixinhos e vai descartando conforme as respostas do professor para facilitar a descoberta da peça escondida.
 
DOMINÓ COM UMA DIFERENÇA
 
O professor distribui os peixinhos entre as crianças. Coloca um peixe na mesa e cada criança, na sua vez, coloca ao lado outro que tenha uma diferença do anterior. Se a criança não tem um peixe que atenda as características, passa a vez. Vence a criança que primeiro colocar todos os peixes recebidos. Pode-se propor esse jogo com duas diferenças.
 
 
TORRE DAS DIFERENÇAS
 
As crianças constroem uma torre de tal modo que a peça de cima deverá ter duas características diferentes daquele debaixo e assim sucessivamente.
 
2. JARDIM
 
Observar atentamente o jardim.
Pegar as fichas de acordo com a quantidade de plantas e animais do jardim e fixá-las na tabela.
 
Observando a tabela, responder:
 
  • Qual é o elemento que tem em maior quantidade nesse jardim?
  • Quantas joaninhas existem no jardim?
  • Qual é o elemento que aparece na quantidade sete?
  • Tem mais flores vermelhas ou tem mais flores?
  • Quantas flores rosa faltam para ter nove?
  • O que tem menos: pássaros ou borboletas? Quantos a menos?
  • Qual é o total de flores?
  • Quantos animais têm ao todo?
  • Existem mais flores ou animais nesse jardim? Quantos a mais?
  • No total, tem mais flores amarelas ou brancas?
  • Quantas borboletas têm? De que cor elas são?
  • Quantas flores amarelas faltam para ter a mesma quantidade de flores vermelhas?
  • Quantas árvores tem no jardim?
  • Quantas joaninhas faltam para ter uma para cada flor vermelha?
  • Quais os elementos que aparecem em igual quantidade no jardim?
  • Dos animais do jardim, quantos voam?
 
Bibliografia:
Projeto Pitanguá: matemática/ organizadora Editora Moderna; editora responsável Juliane Matsubara Barroso. - 1.ed.-São Paulo: Moderna, 2005 (1ª série).
 
3. CONSTRUINDO O GRÁFICO
 
Objetivos: que o aluno seja capaz de:
 
  • Formar uma dezena a partir de quantidades menores;
  • Perceber a inclusão hierárquica;
  • Familiarizar-se com gráficos e coordenadas cartesianas;
  • Relacionar o algarismo com sua representação através das fichas;
  • Formalizar seu pensamento aditivo e subtrativo;
  • Desenvolver o espírito de competição, consciência de grupo, coleguismo e companheirismo.
Nº. de jogadores: até 4 jogadores.
 
Materiais: 1 tabuleiro para cada jogador com o gráfico desenhado, 10 fichas de cada figura que está representada no eixo x do gráfico, 1 dado com as figuras representadas e um dado numerado  de 1 a 3.
 
Modo de jogar: Cada jogador recebe o seu tabuleiro e as suas fichas. Cada jogador, na sua vez, pré estabelecida, lança o dado das figuras e o dado das quantidades, devendo colocar, no seu gráfico, o número de figuras correspondentes, sempre mencionando o total obtido. Ganhará o jogo aquele que conseguir representar 10 de cada umas das figuras que estão no gráfico, sendo que, caso já tenha completado um grupo de 10 de determinada figura, passará a vez, quando ela aparecer no dado.
 
Bibliografia:

LARA, Isabel Cristina Machado de. Jogando com a matemática na educação infantil e séries iniciais. – 1.ed.- Catanduva, SP: Editora Rêspel; São Paulo: Associação Religiosa Imprensa da Fé, 2005.
 
4. ORGANIZAR O ARMÁRIO
 
Atividade 1 : Fixar as figuras nos espaços do armário de acordo com as indicações:

  1. Palhaço acima da prateleira do livro;
  2. Barco na prateleira à direita do palhaço;
  3. Urso embaixo do barco;
  4. Caracol na prateleira à esquerda do livro.
  5. Onde você vai guardar o relógio?
 Atividade 2: Cada participante escolhe uma figura para guardar no armário. Ao colocá-la na prateleira indicará a posição escolhida.
 
5. JOGOS COM TORRES
 
CONSTRUINDO O NÚMERO
 
Materiais: torres formadas com caixas de leite ou fósforos (1 a 9); um dado com 10 faces enumeradas de 0 a 9 (dodecaedro).
 
Modo de jogar: um participante de cada vez joga o dado e pega a peça (torre) que representa aquela quantidade e, com ajuda dos colegas, monta todas as torres possíveis com outras peças que juntas representem o mesmo resultado da torre sorteada. A cada jogada o professor faz perguntas sobre a ordem e inclusão hierárquica. Por exemplo:

  • Como vocês construíram o sete? 
  • Por que vocês não puderam usar a torre do oito?
QUAL É A TORRE?
 
Materiais: torres formadas com caixas de leite ou fósforos (1 a 9); dois dados com as faces enumeradas de 0 a 4 e de 1 a 5.
 
Modo de jogar: Cada participante, na sua vez, lança os dados e pega as torres correspondentes aos números sorteados, sobrepondo-as. Depois deverá identificar qual é a torre que corresponde à soma das duas sorteadas.
 
Guia Prático para Professores de Educação Infantil. Ano 6, nº. 62, Março 2008 - Editora Lua 

6. JOGO DA SOMA COM DADOS
 
Material: 2 tabuleiros com balões numerados de 2 até 12. 22 fichas (marcadores) sendo 11 de cada cor. 2 dados.
 
Número de participantes: 2

Modo de jogar: Cada criança fica com 1 tabuleiro e 11 fichas da mesma cor. Cada uma, na sua vez, joga os dados e soma os pontos obtidos. Em seguida, coloca uma ficha sobre o número correspondente ao resultado. Caso o jogador obtenha um resultado que já marcou, ele passa a vez. Ganha o jogo quem cobrir os números de todos os balões primeiro.
 
Observe o gráfico e complete o texto abaixo com as informações contidas nele:
 
Brinquedos Preferidos
 
Foi realizada uma pesquisa para saber qual é o _____________________ preferido das crianças.
 
Cada ____________________ entrevistada indicou apenas um brinquedo.
 
Para isso, foram entrevistadas um total de_____________crianças. Destas, 800 responderam que preferem a ________e__________, ___________crianças disseram que preferem jogos eletrônicos e 400 gostam de _______________________. 

O brinquedo com maior quantidade de indicações, escolhido por _______________crianças, foi o _________________________.
 
Os brinquedos que tiveram a mesma quantidade de indicações foram a _________________e a ______________________.
 
A ___________________ teve a menor quantidade de indicações.
 
A diferença entre os brinquedos com maior e menor quantidade de indicações foi de ________ brinquedos.
 
A boneca teve ________ indicações a mais do que a bicicleta.
 
A bicicleta teve 200 indicações a menos do que ________________________________.
 
Se você fosse uma das crianças entrevistadas nessa pesquisa, indicaria ____________como brinquedo preferido.
 
Bibliografia:

TOSATTO,Carla Cristina. Hoje é dia de Matemática:4 º ano, 3ª série/ Carla Cristina Tosatto, Cláudia Miriam Tosatto,
 
Edilaine do Pilar F.Peracchi – Curitiba: Ed. Positivo; 2007

Nenhum comentário:

Postar um comentário