BEM VINDO




28 de ago de 2010

           Filhos e a internet: Dicas para pais e responsáveis

A internet trouxe muitos benefícios para a nossa vida, farta disponibilidade de informação, entretenimento e muito conteúdo útil para toda a família. Infelizmente, a internet trouxe muitas dores de cabeças para pais ou responsáveis de crianças e adolescentes que cada vez mais mergulha no mundo da internet.

Filhos e a internet, gerenciar com equilíbrio a relação dos nossos filhos com a internet tem sido uma tarefa difícil para muitos pais e cada vez mais o assunto vem ganhando importância, despertando a atenção não só de pais e responsáveis, como também de educadores, religiosos e das autoridades públicas.
[LT]

Mas, quais os perigos reais?
A internet é livre, isto é, toda a informação está disponível na internet de forma livre. Qualquer pessoa pode criar um site, disparar um email, acessar uma rede social e disseminar qualquer tipo de informação e é exatamente aí que mora o perigo.

Pornografia, violência, racismo, pirataria, etc são alguns exemplos de conteúdos que podem ser acessados. Embora, esses conteúdos sejam ilegais, eles continuam disponíveis e podem ser encontrados sem muitos esforços.

 
Como um membro de familia, educadora, profissional de internet e defensora da valorização da família, gostaria de sugerir algumas dicas para pais e responsáveis que também se preocupam com a relação filhos e internet.

■Coloque o computador na sala ou em local público;

■Estabeleça horários para acesso à internet;

■Verifique o histórico de sites acessados;

■Procure saber quem são os contatos que seu filho tem em programas de troca de mensagens, como o MSN Messeger;

■Faça uma análise periódica das comunidades do Orkut que seu filho pertence;

Um grande problema ocorre quando os pais compram um computador para os filhos acessarem a internet, mas eles não mesmos não acessam, alguns tem até medo de mexer no computador.

A inclusão digital é algo que deve envolver a família toda, só assim pais e responsáveis poderão acompanhar com mais eficácia o desenrolar desta complicada relação entre filhos e a internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário