BEM VINDO




29 de nov de 2016

Manifesto da Educação

A educação no Brasil deixa muito a desejar, não temos um sistema que funcione como deveria, falta estruturação, compromisso com o desenvolvimento educacional. Precisamos de escolas públicas que funcionem, tanto no aspecto físico, quanto no aspecto curricular.
O país precisa se reformular, criar novas formas de ensino, utilizar as novas tecnologias disponíveis para que o educando se interesse mais pelos estudos, pelo novo, deixando para trás aquela forma de ensino “decoreba”, passando 5 horas atrás de uma carteira, hoje esta situação é ridícula.
Logicamente que obtivemos mudanças desde o início do manifesto, a igreja não tem interferência dentro das escolas, a escola se tornou obrigatória à todos, e por isso se tornou gratuita e meninos e meninas puderem então, a frequentarem a mesma escola sem serem vistos como pecadores.
A escola pública é administrada pelo governo, sendo assim, uma parte dos impostos são destinados para a educação. O Brasil precisa investir mais na formação de seus professores, principalmente para aqueles que alfabetização, tornando-lhes mais qualificados, reconhecê-los, dar-lhes um salário digno e justo pois o professor público ganha uma miséria.
Hoje temos no país o Ensino Fundamental onde, a qualidade de ensino não acompanha o aumento de estudantes, o Ensino Médio que não há crescimento algum e o Ensino Superior que tem metade dos alunos que deveria ter.
Pelo menos tivemos através da Constituição de 34 a obrigatoriedade das crianças estudarem até a 4ª série.

Nosso país não possui uma estrutura de educação à longo prazo, parte dos alunos que terminam o 3° ano do Ensino Fundamental sem conseguir realizar uma leitura  ou até mesmo escrever corretamente. A qualidade da educação é baixa, mas os governantes começam a discutir sobre isto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário